Não Tem Cabimento Colocar Movimentos de Rua à Serviço da Classe Política

nota-curta

Em uma das chamadas para a próxima manifestação  de rua marcada para São Paulo no mês que vem, passou-se a ideia de que a retomada dos movimentos seria resultado de um suposto Efeito Dória, em referência ao prefeito da capital paulista, que tem recebido apoio e adesão incondicionais de uma parcela de ativistas e de grupos que participaram do movimento pró-impeachment. 

Obviamente as pessoas são livres para ter a opinião que bem entender a respeito de um político ou de um governante. Mas o que não tem cabimento é fazer com que um movimento de rua que na sua origem nasceu como contestação ao establishment político acabe por se transformar em linha auxiliar de um segmento específico dessa mesma classe política.

Assim como entendemos ser um erro abraçar a bandeira do Fora Temer, pois seria o mesmo que se alinhar à esquerda na sua principal pauta política dos últimos meses, também seria igualmente um erro fazer do movimento de rua uma peça a mais no jogo da classe política. Até porque, nesse jogo, quem sempre dá as cartas são seus reais protagonistas, a classe política, como sempre tem sido na história do país.

#CriticaNacional  #TrueNews


295


 

Anúncios

4 comentários sobre “Não Tem Cabimento Colocar Movimentos de Rua à Serviço da Classe Política

  1. Claro que tem. Era notória a polarização partidária dos “movimentos de rua”.
    MBL ligado ao PSDB
    Vem pra Rua, cujo o “lider” (segundo eleito pela mídia) é ligado ao PMDB via institutos ligados a Fiesp .

    Na verdade não são grupos políticos, são na verdade os grupos por trás dos partidos, ou seja, a maçonaria paulista a Bucha, como o prof. Leryel Rocha explica de forma notória.

    A cada dia ficava mais claro o direcionamneto político político dos movimentos.
    Na Paulista os protestos pareciam festas, com balões e animadores. É claro que isso agrada muito a população comum, aquela que não possui posições fortes e entendimento claro dos mecanismos por de trás das ações.

    Pessoalmente só saio nas ruas novamente para apoio ao movimento intervencionista.

    Curtir

  2. Não tem não!
    E quem é Doria? Apenas mais um mortal que seguiu a carreira poítica. Logo, mais um político ambicioso. Devem-se seguir ideias e não políticos por que são todos iguais, farinha do mesmo saco. A nossa classe política é intragável,corrupta ou passível de ser corrupta mal exista uma oportunidade.
    E militares (generais) desde o governo lula, são todos políticos bolivarianos, vestidos com roupa verde. Terrivelmente lamentável.

    Curtido por 1 pessoa

  3. “SOMENTE DUAS COISAS SÃO INFINITAS: O UNIVERSO E A ESTUPIDEZ HUMANA. E NÃO ESTOU SEGURO QUANTO À PRIMEIRA”
    ALBERT EINSTEIN

    Por favor, leia o texto abaixo tendo em mente as palavras de Albert Einstein que reproduzi acima e vejam se não concordam comigo.

    CUIDADO COM JOÃO DÓRIA!

    “ELE PODE SER MAIS UM ENGODO DA ESQUERDA POPULISTA”

    As pessoas estão achando mesmo que o PT e o PSDB são antagônicos e não é bem assim.
    Não podemos nos iludir; o PSDB está querendo, por meio de João Dória, dar prosseguimento à agenda de dominação socialista.
    Estamos diante de uma nova arma da esquerda para iludir aos incautos, pois o objetivo é manter a agenda do Foro de São Paulo e da Pátria Grande.
    A fabulosa quantia de dinheiro roubada pela esquerda é suficiente para bancar a “pirotecnia” que João Dória está demonstrando, num momento em que os cofres do país estão vazios, dando a falsa impressão de grande eficiência administrativa e de que ele poderia, caso presidente, salvar o país dessa bancarrota a que foi conduzido por essa mesma corja mentirosa e canalha que está no poder desde o início da Nova República.
    Não se iludam com mais essa manobra ardilosa da esquerda, pois o PSDB é tão comunista quanto o PC do B e o PT, apenas sendo mais dissimulado.
    Não se esqueçam da estratégia das tesouras, de Lenin, entre as prostitutas PT/PSDB, onde o cafetão do bordel é, como sempre, o sub-reptício e malicioso PMDB.
    É bom lembrar que a hegemonia da esquerda faz parte da agenda da elite globalista e tem o apoio de George Soros e também da ONU.
    Enquanto isso, o governo irresponsável da esquerda brasileira escancara as portas para esses bárbaros muçulmanos sem a menor restrição, como se já não bastassem os bandidos comuns que temos por aqui, inclusive, alguns em associação com a bandidagem política.
    O trágico dessa eficiência inusitada do João Dória é que o povo não percebe o que está por trás da armação. Um povo idiotizado que se deixa enganar pelos mesmos ardis por anos a fio. Foi assim com o Jânio Quadros, ocorreu o mesmo com Fernando Collor de Mello, o caçador de marajás, foi assim quando o Fernando Henrique Cardoso roubou a autoria do Plano Real, quando na realidade havia por trás uma equipe de engenharia econômica responsável por urdir uma farsa que não se sustentou.
    Enquanto isso, o povo se preocupa com praias, orgias, carnaval, futebol, baladas “funk”, esquecendo que somente com o povo exigindo seriedade na política e uma justiça atuante o país poderá encontrar o seu norte.

    #INTERVENÇÃO MILITAR JÁ!

    Luiz Coelho em 02/01/2017

    Curtir

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s