O País Necessita de Uma Frente Nacional de Direita

estrategia-politica

É imprescindível que se consolide e que avance no país a formação e a organização de um movimento político de âmbito nacional de caráter inequivocamente conservador e de direita, com uma pauta e um programa bem claros e definidos, e que expresse sem ambiguidades esse viés conservador e de direita, viés esse que corresponde aos valores e à índole ética e moral cristã da maioria dos brasileiros.

Um movimento político de âmbito nacional que não se restrinja ao combate à corrupção e à impunidade, mas que incorpore essas bandeiras no escopo de um programa que contemple itens que são caros e inegociáveis a um movimento político conservador e de direita em qualquer lugar do mundo, entre eles:

a) A condenação ao assassinato de fetos sob qualquer pretexto

b) O combate ao ativismo judiciário, que ameaça de modo permanente a nossa democracia

c) A defesa do exercício do direito natural à auto-defesa e ao porte legal de armas

d) A defesa da polícia militar e o combate às propostas de desmilitarização e sua extinção

e) Por uma completa reorientação da política externa brasileira

f) Revisão completa da política imigratória do país, considerando a questão da islamização

g) Punição efetiva, na forma da lei, para invasores de propriedades urbanas ou rurais

h) Defesa do projeto Escola Sem Partido e combate à doutrinação ideológica na educação

A esses itens fundamentais do programa de uma Frente Nacional de clara e inequívoca orientação política de direita, deverão obviamente se somar outros, como mudança da legislação trabalhista, revisão das atribuições de órgãos reguladores como Ibama, mudança do código de execuções penais para que criminosos condenados, observado sempre o devido processo legal, cumpram efetivamente suas penas, com a extinção dos inúmeros mecanismos de atenuação e de progressão que na prática tornam sem efeito a condenação aplicada, entre outros.

Um movimento político dessa natureza deve ter também a capacidade de fazer a leitura correta da conjuntura e saber se posicionar corretamente em relação ao atual governo. É preciso não cair no erro de exigir o fim imediato desse governo, pois essa é uma demanda que interessa somente à esquerda, além de ser desastrosa para o país do ponto de vista da economia.

Mas é igualmente preciso não manter a posição ambígua que diversos grupos e movimentos mantêm hoje em relação ao governo federal, ora cedendo às tentações de exigir sua saída, ora por meio de iniciativas que possam ser interpretadas como algum tipo de compromisso com o governo. Não se trata de uma coisa nem de outra: uma Frente Nacional de viés conservador e de direita precisa é saber exercer pressão democrática à direita sobre o governo, pressão essa que atualmente não existe.

Iniciativas para a estruturação da direita conservadora brasileira já existem e merecem ser prestigiadas, como o movimento Direita São Paulo que ensejou iniciativas semelhantes em outros estados, e que está organizando a Manifestação pela Revogação do Estatuto do Desarmamento, marcada para o o próximo 19 de fevereiro em várias cidades do país.

Mas a tarefa de estruturar uma Frente Nacional com um viés conservador de direita como força política orgânica exige um esforço muito maior, e um envolvimento mais efetivo dos inúmeros ativistas de direita espalhados pelo país. Por esta razão, entendemos que essa deve ser a preocupação e a prioridade número um de todos os ativistas ou simpatizantes da direita brasileira nesse momento.

#CriticaNacional #TrueNews

290


Anúncios

7 comentários sobre “O País Necessita de Uma Frente Nacional de Direita

  1. Tirando um índice, estou totalmente de acordo com o que escreveu pois considero-me conservador de direita.

    Desejo-lhe boa sorte e todo o apoio possível, pois vai precisar deles.

    Curtir

  2. O grupo conservador mais organizado politicamente no Brasil é o Partido Militar Brasileiro, o PMBr, liderado pelo deputado federal Capitão Augusto.

    Entrementes, para ser homologado pelo TSE, ele ainda necessita de assinaturas de apoiamento e precisamos apoiá-lo para darmos o primeiro grande passo conservador na política nacional. Instruções de como coletar assinaturas podem ser vistas no site http://www.partidomilitar.com.br

    Curtir

  3. Prezado Paulo
    A questão da volta da nossa total e irrestrita soberania, com revogações ou, ao menos, revisões de estatutos e acordos assinados na ONU, OEA e demais órgãos internacionais, estaria enquadrada na reorientação da política externa?
    Quanto ao artigo, perfeito. Mas há necessidade de maior divulgação. Principalmente esclarecimentos quanto ao conteúdo de demandas e intenções, só para deixar bem claro que não se trata de “extrema-direita”. Infelizmente ainda tem gente que pensa assim.

    Curtir

  4. Considerando-se que tradicionalmente os três pilares para uma vida humana inteligente, feliz, saudável, livre e próspera são DEUS, A FAMÍLIA TRADICIONAL E A INDIVIDUALIDADE (o que inclui a PROPRIEDADE PRIVADA), pode-se pensar na seguinte classificação ou gradiente para compreender o confuso quadro político atual. Assim sendo, quem

    1-Defende os três pilares = direita de terceiro grau ou conservadora;
    2-Defende dois dos três pilares = direita de segundo grau ou moderada;
    3-Defende um dos três pilares = direita de primeiro grau ou liberal;
    4- Defende um pilar e ataca outro = centro;
    5-Ataca um dos três pilares = esquerda de primeiro grau ou libertária;
    6-Ataca dois dos três pilares = esquerda de segundo grau ou fabiana;
    7-Ataca os três pilares = esquerda de terceiro grau ou revolucionária.

    Nessa classificação só existe uma posição política com natureza substancial, a “direita”, sendo a “esquerda” um conjunto gradual de negação dos atributos da “direita”.

    Curtir

  5. Paulo Eneas, fala com os Bolsonaros. Tem o professor Maro do Youtube que busca o mesmo que o senhor, estratégias para montar um movimento. Juntos somos fortes, precisamos juntar todos conservadores.

    Curtir

    • Esse é o problema: juntar todos. O Olavo dá moral para os Bolsonaros, mas estes estão sendo ingratos em não apoiar a criação do Partido Militar, a despeito da ajuda que o Cap. Augusto presta a Jair Bolsonaro na Câmara.

      Infelizmente, os Bolsonaros estão sendo muito imediatistas, apostando em um “efeito Trump” e contando com a desmoralização de figurões da política que a Lava Jato pode proporcionar. Entretanto, o establishment está reagindo (basta ver o porta-voz do PMDB-PSDB-Odebrecht Reinaldo Azevedo) e já arrumaram João Dória como testa-de-ferro, bem como a movimentação de Ciro Gomes como representante “menos intragável” da extrema-esquerda, bem como a sabotagem à Lava Jato.

      Destarte, urge que nos unamos para que, primeiramente, tenhamos força na Câmara dos Deputados, para depois termos condições de alçar a Presidência. Esta sem aquela vai servir apenas para transformar Bolsonaro em um “Collor de direita”: alguém que chegou na Presidência sem condições políticas de se sustentar.

      Curtir

  6. Pingback: Fracasso de Temer na Economia Aumentará Chances de Vitória Petista em 2018 | Crítica Nacional

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s