Esquerda Apostando no Caos: Greve de Agentes Penitenciários

guerra-politicaAgentes penitenciários de todo o país planejam uma greve nacional para o dia 15 de março. O anúncio foi feito por uma certa Federação Sindical Nacional dos Servidores Penitenciários. Essa federação é filiada à CUT, o principal braço sindical da esquerda brasileira. Não resta dúvida de que a esquerda está apostando no caos e na desordem generalizada, que tem custado a vida de pessoas inocentes como no caso da greve da polícia no Espírito Santo. Diante desse quadro, a direita conservadora brasileira tem que agir com inteligência o bastante para não cometer dois erros possíveis:

a) Não cair na armadilha de apoiar um movimento grevista ilegal, que tem custado a vida de pessoas inocentes e que tem instalado o caos na sociedade capixaba. Um movimento que, como parece cada vez mais evidente, vem sendo instrumentalizado ao menos em parte pela esquerda para atingir seus propósitos;

b) Não cair na armadilha de, ao condenar e criticar o movimento grevista (que precisa sim ser criticado, pois é inaceitável que a Polícia Militar entre em greve sob qualquer pretexto) embarcar erroneamente na guerra política contra a própria polícia militar, como fez o colunista Felipe Moura Brasil em dois de seus artigos na Revista Veja.

Guerra Política e Combate Ideológico
A esquerda brasileira sempre empreendeu uma guerra política contra as polícias militares, seguindo o mesmo padrão da esquerda no mundo inteiro. Exemplo dessa guerra foram as ações violentas do movimento Black Lives Matter contra as polícias nos Estados Unidos durante a era Obama. Essa guerra política da esquerda contra as polícias é empreendida no mundo inteiro por meio da imprensa, pelo meio acadêmico e por meio de todos os instrumentos de cultura que a esquerda controla.

Aqui no Brasil, essa guerra também é feita também meio de segmentos do próprio estamento burocrático estatal controlados pela esquerda, ou fortemente influenciados por ela, como o Ministério Público por exemplo, que é um dos principais inimigos das polícias militares no país inteiro.

Não podemos esquecer que, do ponto de vista de estratégia política (tema que a esquerda conhece muito bem, mas que a direita conservadora virtualmente ignora) essa mesma esquerda sempre atua de maneira dupla: da mesma forma que ela combate e ataca a polícia militar, ela pode muito bem instrumentalizar a própria polícia para seus propósitos revolucionários.

Esse parece ser, ao nosso ver, o caso que está ocorrendo no Espírito Santo: as revindicações legítimas e justas da polícia militar do estado foram usadas como combustível para um movimento cujas consequências foram desastrosas para a população e serão igualmente péssimas para a própria polícia: haverá punições com base no código de disciplina militar, além de demissões e outros. O saldo líquido será o enfraquecimento da polícia militar do estado, como a esquerda sempre desejou.

É obrigação da direita conservadora fazer a defesa da instituição da polícia militar, reconhecer a legitimidade de suas reivindicações corporativas, bem como o combater as propostas de desmilitarização e sua virtual extinção, como constam da PEC51 inspirada em uma das diretrizes globalistas da ONU. Mas essa defesa deve ser feita de modo inteligente, por meio de outras formas de atuação que não incorram em narrativas que sejam favoráveis à esquerda e nem atos ilegais ou motins que venham a custar a vida de pessoas inocentes.

Notas:
a) Nos próximos dias traremos um artigo detalhado dissecando a PEC51, de autoria do senador petista Lindbergh Farias. Essa PEC na prática estabelece a extinção gradual das polícias militares do Brasil.

b) Recomendamos aos leitores que assistam esse hangout aqui, onde esse tema foi tratado com pertinência pelo General Paulo Chagas e pelo Capitão Olavo Mendonça, da Polícia Militar do Distrito Federal, entre outros.

c) Nesse outro artigo aqui tratamos de outros aspectos do combate que a esquerda faz contra as polícias militares, e mostramos como esse combate ganhou pulso durante o governo do socialista Fernando Henrique Cardoso.

d) No vídeo abaixo, o presidente dos Estados Unidos Donald Trump faz uma defesa das polícias como instrumentos do estado democrático para a manutenção da ordem.

#CriticaNacional #TrueNews



 

Anúncios

4 comentários sobre “Esquerda Apostando no Caos: Greve de Agentes Penitenciários

  1. Não vou culpalibizar nem os familires nem as esposas dos PM de Espirito Santo que não têm aumentos salariais há sete anos.
    Também não vou bem ao contrário que Vossa Senhoria faz, afirmando que a Policia Militar precisa sim ser criticada, pois é inaceitável que a Polícia Militar entre em greve sob qualquer pretexto. Não eles não entram nem nunca entraram em greve sob qualquer pretexto pois por Lei infelizmente estão proíbidos e o fazer. Mas estarem correndo risco de vida sempre que entram ao trabalho, deve ser recompensado.
    Não têm aumentos salariais, não receberam o 13º, acha justo? Eu não!
    E quem defende suas esposas que com muita coragem resolveram impedir a saida dos maridos do quartel?

    Curtir

  2. è impressionante como a grande imprensa finge ignorar que há partidos políticos por trás e todas essas greves. A meu ver, é tudo orquestrado. E todos fingem que não sabem. Que pândega!

    Curtir

  3. .
    O fato é que grande parte dos conservadores temem que a desobediência à hierarquia estatal prospere. Anseiam em algum dia possam ocupar essa hierarquia plenam,ente e assim possam impor suas manias a todos.

    Não é pór acaso que as esquerdas sempre possam contar com estes parceiros eventuais.
    Em 2013 quando a maioria dos manifestantes tinha uma posição de rebeldia, e mesmo expulsavam abanadores de bandeiras vermelhas e discurseiros de sindicatos das manifestações, tomando a iniciativa de um movimento REBELDE pela primeira vez na história, os conservadores passaram a disseminar suas fofocas e MINAR o apoio a essa rebeldia que não tionha líderes ideológicos. O movimento tão criticado evaporou-se e voltou em 2015 bem mais contido.
    Lideranças surgiram e fizeram alguma coisa, apesar do pacifismo bom mocista e um tanto bobo.
    Com o sucesso das novas manifestações, parte dos conservadores voltaram atacar os movimentos organizados com suas COSTUMEIRAS FOFOCAS e ASSOCIAÇÕES LEVIANAS. Tentando de todas as formas solapar o interesse por estes e assim neutralizar uma DESOBEDIÊNCIA aos Estamento Estatal que se fazia já embrionária.

    Agora continuam a fazer o jogo da esquerda atacando as forças policiais que mais a frente, se necessario, SERÃO COOPTADAS pelas esquerdas com alguns louvores e dedicação de empatia, talvez até aumentos salariais. Facilmente os humilhados policiais sucumbirão, de tão carentes que sempre estiveram, e não se apiedarão de uma população SEMPRE HOSTIL e DISCRICIONÁRIA para com eles.

    Se todos SÃO IGUAIS PERANTE A LEI, a LEI NÃO PODE ESTABELECER DIFERENÇAS.
    Assim, se uns são proibidos de reivindicar, AO MENOS o CUMPRIMENTO do ESTABELECIDO, por serem DEMASIADO NECESSÁRIOS. Isso significa que DEVEM SER BEM REMUNERADOS E RESPEITADOS.

    É ABERRANTE conceder direito de greve APENAS SOS MENOS ÚTEIS que acabam por GANHAR MUITO MAIS em suas PÍFIAS TAREFAS.
    O que VALE PARA UNS TEM QUE VALER PARA TODOS.

    O judiciário esta em greve e ganham muitissimo mais que os policiais e estão em dia com suas remunerações. AÍ PODE? …porque não são essenciais? ISSO É UMA IMBECILIDADE!

    ENTÃO que sejam TODOS os FUNCIONÁRIOS do ESTADO PROIBIDOS de FAZER GREVE. Seria justo para com a população: se nãp estão satisfeitos com os impostos que recebem, que vão para iniciativa privada para então pagarem impostos, em vez de recebe-los.

    …mas conservadores, maior parte, não admitem o desmonte da MÁQUINA ESTATAL COMO ORGANIZAÇÃO HEGEMÔNICA. Abalar a obediência e a fidelidade interesseira dos funcionariuos desta máquina não interessa a conservadores que ambicionam toma-la para imporem suas manias ideológicas.

    O Estado é TABU tambem para conservadores. Daí fazerem FOFOCA atacando Libertários inclusive deturpando o sentido da palavra, como fizeram nos EUA através de suas FOFOCAS.

    Curtir

  4. Pingback: A Esquerda & A Greve da Polícia Militar | Crítica Nacional

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s