Marine Le Pen: A França Não É Uma Província da Europa

eleicoes-francesas


Em entrevista dada à Rede de Televisão CNN ainda durante a campanha eleitoral americana, a líder da Frente Nacional, o principal partido de direita na França,  Marine Le Pen,  mostrou mais uma vez a força e o poder do argumento nacionalista para fazer frente às políticas da esquerda globalista na Europa, especialmente em relação à União Europeia e às políticas imigratórias pró-islâmicas. Ao ser provocada pela entrevistadora da CNN, que cumpriu seu papel de porta-voz da esquerda globalista e saiu em defesa da União Europeia, Marine Le Pen foi enfática na resposta:

Nós não somos uma província da Europa. Eu não sou candidata a presidente de uma província europeia, mas sim candidata a presidente da França, com seus valores, sua história, sua cultura e principalmente sua soberania.

Nós publicamos recentemente aqui no Crítica Nacional um conteúdo de áudio em que mostramos que o nacionalismo é, ao nosso ver, o mais importante instrumento para fazer o enfrentamento à agenda globalista da esquerda internacional. Nesse áudio, denominado Nacionalismo & Conservadorismo, mostramos também como o apelo ao sentimento nacionalista foi decisivo na vitória de Donald Trump nos Estados Unidos, e como o nacionalismo poderá ser decisivo para a vitória da direita nas eleições europeias desse ano, especialmente as eleições francesas e alemãs.



 

Anúncios

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s