Índices de Reprovação de Donald Trump: Outra Mentira da Imprensa Globalista

250


Em seu esforço continuado para combater o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, a imprensa globalista internacional começou essa semana a noticiar pesquisas que apontam índices de aprovação de apenas 40% para o próximo presidente americano, que tomará posse nessa sexta-feira. A imprensa vem comparando esses índices com índices superiores de presidentes eleitos anteriores um pouco antes da posse, como George Bush, Bill Clinton e Barack Obama. Este último, segundo tem noticiado a imprensa, apresentava índices de aprovação duas vezes maiores antes da posse em seu primeiro mandato. 

Inicialmente devemos considerar que essas pesquisas merecem a mesma credibilidade das pesquisas que indicavam uma vitória de Hillary Clinton nas eleições presidenciais, com algumas pesquisas indicando na época até mesmo uma vitória por ampla margem. Portanto, além dos motivos óbvios para se suspeitar da lisura dessas pesquisas, é necessário considerar dois pontos essenciais que essa mesma grande imprensa jamais irá retratar na apresentação desses resultados:

a) As vitórias eleitorais dos presidentes anteriores, principalmente Bill Clinton  e Barack Obama, foram amplamente celebradas pela grande imprensa. Em particular, Barack Obama foi retratado pela grande imprensa  como sendo o melhor presidente que o país já havia tido, antes mesmo de tomar posse em seu primeiro mandato. É evidente que esse tratamento generoso teve impacto na opinião pública e influenciou positivamente as expectativas da população em relação aos respectivos governantes momentos antes da posse.

b) A vitória de Donald Trump,  por sua vez, foi e tem sido condenada e até mesmo contestada pela grande imprensa, que não se limitou a atacar e difamar Trump durante a campanha eleitoral. O esforço de difamação e calúnia prosseguiu após a campanha, com alguns veículos chegando a pregar abertamente uma ruptura institucional no país para impedir a posse do presidente eleito, além da enxurrada de notícias falsas envolvendo Donald Trump e suas relações com os russos. É evidente que essa hostilidade quase hegemônica por parte da grande imprensa pode ter resultado em algum efeito negativo na opinião pública em relação ao presidente eleito.

Muito provavelmente essas pesquisas não exercerão efeito real algum nas reais expectativas da população americana quanto ao início do governo de Donald Trump nessa sexta-feira. E a divulgação das mesmas  na semana da posse reflete apenas mais um capítulo da guerra política da grande imprensa contra o presidente republicano. Guerra essa que continuará após a posse, uma vez que essa grande imprensa porta-voz dos interesses dos globalistas jamais aceitará ver esses interesses serem contrariados.


 

Anúncios

Um comentário sobre “Índices de Reprovação de Donald Trump: Outra Mentira da Imprensa Globalista

  1. Com ou sem a imprensa mentirosa o Sr. Trump vai assumir e vai mostrar a que veio. A esquerdalha que se conforme e vá frenquentar clínicas psiquiátricas para tentar curar a ‘esquerdofrenia’. Doença grave.

    Curtir

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s