Jornal Valor Econômico Induz Seus Leitores a Erro

257


Uma manchete do Jornal Valor Econômico da última quinta-feira induz deliberadamente seus leitores a um erro. Conforme mostrado na imagem, a manchete diz: Trump Cancela Projetos no Brasil, Índia e Argentina. É evidente que a leitura da manchete sugere e dá a entender ao leitor que Donald Trump, no exercício da presidência dos Estados  Unidos, pretende tomar medidas que seriam prejudiciais aos países citados.

A leitura posterior do artigo mostra que na verdade se trata de uma decisão de caráter privado das empresas de propriedade da família da Trump e que, portanto, não diz respeito a uma possível decisão de governo dos Estados Unidos. A legislação americana não obriga o presidente da república a se desfazer de seus negócios privados, mas o próprio Donald Trump já anunciou que suas empresas não irão realizar acordos de negócios no exterior enquanto ele estiver na presidência, justamente para evitar conflitos de interesses.

A manchete indutora de erro produzida pelo Valor Econômico está longe de ser um engano ou descuido do editor. Trata-se de uma escolha deliberada para provocar no leitor uma antipatia prévia por Donald Trump, independentemente do conteúdo da matéria propriamente dita. Antes de fornecer uma informação, o veículo se preocupa em passar de maneira dissimulada e desonesta uma certa visão de mundo, visão essa alinhada com a esquerda globalista internacional.

Esse tipo de comportamento desonesto e dissimulado de toda a grande imprensa, incluindo o jornal Valor Econômico e o blog O Antagonista, que atuam em nichos mais específicos, em que o compromisso com uma agenda ideológica de esquerda leva esses veículos a simplesmente mentir, dissimular, omitir a verdade e agir de maneira desonesta com seu próprio público, já se tornou um padrão na imprensa ocidental.

Um padrão que reforça o entendimento que é preciso ter a respeito do que é a imprensa nesse início de século: a imprensa não é um empreendimento independente destinado a fornecer informações isentas a seu público. A imprensa é um braço aliado de um projeto de poder de natureza esquerdista-globalista, que tem por objetivo combater e atacar todos os fundamentos da civilização ocidental. É no exercício desse papel de partícipe do jogo de poder globalista que a imprensa deve ser vista e combatida, e principalmente ser desacreditada e desconstruída.


 

6 comentários sobre “Jornal Valor Econômico Induz Seus Leitores a Erro

  1. Mesmo esses ditos grandes jornais não possuem muitos leitores proporcionalmente à população brasileira, porém as manchetes têm, sim, grande alcance, pois os jornais ficam expostos nas bancas. Eu mesma, por muito tempo, só lia os jornais dessa forma. Análise correta.

    Curtir

  2. Aqueles que VIVEM do PODER e não do TRABALHO necessitam JUSTIFICAREM-SE. Com isso atuam para INIBIR a UNIÃO dos PAGADORES de IMPOSTOS.
    Primeiramente os explorados devem ser DIVIDIDOS e lançados UNS CONTRA os OUTROS, incentivando-lhes a COBIÇA, a INVEJA e a INIMIZADE atrvavés da FOFOCA (inventar inimigos para conquistar amigos).
    Há também a necessidade de fomentar a existência de ATACANTES REAIS para haver a demanda de uma FORÇA ORGANIZADA sobre toda a população. Essa força se JUSTIFICARÁ exatamente para reprimir os atacantes reais. Porém, será também desejada como meio de realizar os desejos, UNS SOBRE os OUTROS, dos que vivem do trabalho.

    Assim a importância dos facínoras para a existência da GRANDE FORÇA sob as ordens dos que VIVEM do PODER. Estes usarão esta grande força para EXPLORAR os que VIVEM do TRABALHO.

    Não houvesse bandidos e a excessiva força seria claramente para EXPLORAR os pagadores de impostos, que vivem do TRABALHO, em favor dos que VIVEM do PODER.

    Tudo que aumenta o Poder da hierarquia estatal sobre os que TRABALHAM para VIVER é defendido por aqueles que ambicionam ou já vivem do Poder.

    A midia é um meio de semear “pontos de vista” e opiniões ideológicas (ideologia = amontoado de idéias que prometem conduzir a um objetivo redentor ou FIM SUPREMO que justifica todos os MEIOS em seu nome propostos).

    Por isso toda forma de Poder SEMPRE teve um SUPORTE IDEOLÓGICO e consequente divulgação para as massas. SEMPRE existiu uma IDEOLOGIA a convencer as massas à OBEDIÊNCIA, aceitando o JUGO dos SENHORES ou AUTORIDADES GOVERNANTES.

    SEMPRE!

    Curtir

  3. Deus abençoe o seu blog. Espero um dia poder encontrá-lo em uma banca de jornal. Já pensou em arrecadar fundos para tal?

    Curtir

  4. O Antagonista pertence a uns idiotas da nossa esquerda caviar, pagos pelo Soros através da Globo.
    O outro pasquim, não passa disso mesmo: pasquim!
    Entretanto, continuaremos a ver sempre noticias deturpadas oriundas de uma guerra assimétrica onde a desinformação é normal para esses mercenários da pena com um só neurônio.

    Curtir

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s