Livro: Cortina de Ferro sobre Cuba

por Márcio Scansani

Desde o início da Revolução Cubana já havia quem não a apoiava e alertava o mundo sobre o que seria da ilha caribenha nas mãos de Fidel Castro e Che Guevara. Ştefan Baciu, jornalista romeno de nascimento e formação, que conhecia de perto as práticas e políticas de regimes comunistas, foi mais longe e previu o que aconteceria nos anos seguintes não apenas à ilha, mas a todo o continente sul-americano, com visão quase profética.

Neste livro imperdível, o autor mapeia a história da Revolução Cubana, do apoio do Partido Comunista Cubano à ditadura de Fulgêncio Batista, que antecedeu a de Fidel Castro e a posterior entrega da população cubana a governos estrangeiros e ao jugo de soldados russos, chineses e do Leste europeu, todos comandados por Moscou, e ainda prevê o que seria a influência dos revolucionários sobre toda a esquerda latino-americana.

O livro Cortina de Ferro Sobre Cuba, publicado em 1961, escrito originalmente em português, teve também uma edição argentina. Nas palavras do autor: “Estas páginas nasceram, portanto, da experiência adquirida em um trabalho ininterrupto, no permanente contato com as realidades políticas, econômicas e sociais do continente, e estão orientadas por uma série de contatos diretos com vários líderes políticos e militares da América Latina, provocados em busca da verdade e na defesa da democracia”.

O livro de Stefan Baciu integra a segunda campanha do Selo Editorial Armada. A partir desta campanha, o livro Geopolítica Contemporânea: Desconstrução de Narrativas da Esquerda Globalista, de autoria de Paulo Eneas,  passa a ser oferecido como recompensa de todas as próximas campanhas; portanto, continua à venda normalmente.

Sobre o autor:
Ştefan-Aurel Baciu foi poeta, ensaísta, memorialista, jornalista, crítico de arte, tradutor, diplomata, professor universitário. Nasceu em Braşov, Romênia, em 29/10/1918 e faleceu em Honolulu, Havaí, em 07/01/1993. Iniciou os estudos em sua cidade natal, tendo como professores os maiores expoentes daquela cultura, dentre eles seu pai, Ioan Baciu. Em 1935, ainda adolescente, obteve, com seu livro de estreia, Os poemas do jovem poeta, o Prêmio das Fundações Reais, em disputa com centenas de candidatos. Autor de cerca de 100 volumes e de milhares de artigos e estudos, o nome Ştefan Baciu figura em dicionários e histórias literárias de vários países.

Márcio Scansani é diretor do Selo Editorial Armada


 

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s