Donald Trump Desafia a Imprensa: Gire a Câmera e Mostre a Multidão!


A grande imprensa americana, e por extensão a grande imprensa vira-lata brasileira, não se ocupa em fazer jornalismo no sentido próprio da palavra quando se trata da campanha eleitoral americana. Essa grande imprensa se ocupa unicamente em atuar como comitê de campanha de Hillary Clinton, ocultando deliberadamente seus crimes, repercutindo todo tipo de falácia a respeito de Donald Trump e, de modo geral, se recusando a mostrar a realidade da campanha eleitoral americana.

A realidade da campanha eleitoral americana é que a candidatura de Donald Trump se tornou um autêntico movimento popular na sociedade americana: trata-se do segundo movimento cívico no mundo ocidental contra a esquerda globalista, sendo que o primeiro movimento foi o vitorioso Brexit, no qual o povo britânico disse soberanamente não à esquerda globalista representada pela União Europeia. Desta vez, uma parcela da população americana está dizendo não à esquerda globalista representada pelo Partido Democrata e pala candidatura da aborteira socialista pró-muçulmana Hillary Clinton.

A campanha de Donald Trump vem há várias semanas realizando de quatro a cinco comícios, rallies, diários em vários pontos do país. Dezenas de milhares de pessoas têm comparecido a esses comícios. O comitê de campanha de Hillary Clinton chegou até mesmo a arquitetar ações de criminosos e delinquentes pagos para causar tumultos nesses comícios, como demonstrou um dos emails vazados pela WikiLeaks.

Em um desses comícios, Donald Trump desafia a imprensa presente no local a “girar as câmeras” para exibir não apenas o palco de onde ele fazia seu pronunciamento, mas para mostrar na televisão a multidão que acompanhava o comício. Uma ou outra câmera atendeu ao pedido. A maioria prosseguiu imóvel, ocultando do público a informação sobre o volume da presença de apoiadores de Trump no comício.

É desta forma, por meio da sonegação da informação para seu próprio público e por meio da repetição sistemática da mentira e da distorção dos fatos, que a grande imprensa se revela nessas eleições: um instrumento manipulador e mentiroso a serviço da agenda ideológica da esquerda globalista. Nesse domingo, muitos veículos dessa grande imprensa irão trazer a versão segundo a qual a tentativa de atentado contra Donald Trump ocorrida nessa sábado é de responsabilidade dele próprio e de sua suposta intolerância. E muitos veículos da imprensa brasileira repetirão a mesma farsa.

Referências:

a) Saída do Reino Unido da União Europeia: Derrota da Esquerda Globalista 

b) A Contundência de um Líder Político de Direita 

c) Donald Trump & Nigel Farage: A Força da Direita Contra a Esquerda Globalista 

d) Grande Imprensa & Estamento Burocrático Republicano Contra Donald Trump  

Os créditos para a versão legendada do vídeo exibido nessa matéria são de Leonardo Saturnino Ferreira que mantém um canal de vídeos no youtube.


 

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s