Grande Imprensa & Estamento Burocrático Republicano Contra Donald Trump

A campanha de Donald Trump vai bem, a despeito do esforço desesperado de toda a grande imprensa americana, juntamente com o establishment burocrático do Partido Republicano, de tentar mostrar o contrário. Trump vencerá as eleições americanas de novembro próximo, exceto por uma fraude eleitoral promovida pelos socialistas do Partido Democrata. Uma das possibilidades de fraude aventadas diz respeito à suspeita de inscrição de milhões de imigrantes ilegais como votantes.

Após o debate de domingo, em que Trump saiu vencedor, a maioria dos grandes veículos de comunicação americana parou de realizar levantamentos de opinião, pois a vantagem de Trump na percepção do público era avassaladora. Os que continuam fazendo levantamento, o fazem de maneira mentirosa e enviesada, como a CNN e o The Wall Street Journal. Este último é o porta-voz oficioso do establishment do Partido Republicano, assim como primeiro o é em relação ao Partido Democrata.

A imprensa brasileira, por sua vez, continua cumprindo seu papel de vira-lata da grande imprensa globalista na cobertura das eleições americanas. O jornal Valor Econômico reproduz hoje matéria propagandística mentirosa veiculada pelo The Wall Street Journal. O mesmo o faz O Antagonista, que fala em derretimento de Donald Trump. Trata-se de desinformação pura e simples. Acompanhar a eleição americana por esse blog equivale a acompanhar o processo de impeachment pela Carta Capital: a desonestidade impera.

É relevante lembrar que o mesmo O Antagonista, além de estar há meses anunciando quase todo dia “com exclusividade” a prisão iminente de Lula, também afirmou que a candidata Marta Suplicy (cujo vice era o ex-tucano Andrea Matarazzo, queridinho dos referidos blogueiros) iria para o segundo turno das eleições paulistanas e que João Dória Jr. não teria chance alguma na disputa.

O fato é que a imprensa brasileira padece da falta de credibilidade e de honestidade intelectual dos que hoje ocupam as redações e estúdios de telejornais. Se depender da imprensa nacional, os brasileiros jamais saberão o que de fato ocorre no processo eleitoral americano, o que está realmente em jogo e quais as implicações reais para os Estados Unidos e para o resto do mundo do resultado destas eleições.

E quanto a disputa em si, é preciso ter claro que Donald Trump não é um “problema” eleitoral para o Partido Republicano. Essa é a principal mentira que está sendo veiculada há dias. A campanha mostra na verdade o oposto: é o establishment burocrático do Partido Republicano, ideologicamente corrompido à esquerda, que se constitui no principal obstáculo a Donald Trump. E uma vez vencido esse obstáculo e as eleições, com Trump na presidência, será a vez o Partido Republicano ser refundado, se livrando dos párias globalistas que hoje controlam uma parcela do partido.



O livro Geopolítica Contemporânea: Desconstrução de Narrativas da Esquerda Globalista, de autoria do editor do Crítica Nacional pode ser adquirido nesse link aqui  com desconto.



6 comentários sobre “Grande Imprensa & Estamento Burocrático Republicano Contra Donald Trump

  1. eu escrevi esta frase no oantagonista: Acompanhar a eleição americana por esse blog equivale a acompanhar o processo de impeachment pela Carta Capital. E isto foi hoje antes e anterior ao seu texto. Pode ser coincidência. Ou você poderia ter citado.

    Curtir

  2. de oantagonista >> luiz 10 horas atrás: não dê bola para o que este site escreve sobre as eleições americanas. Seria como acompanhar o processo do impeachment pela carta capital.

    Curtir

  3. Mas senhores do CN, sobre o trump, ele tbm nao faz parte dessa elite? Pois ele e um dos ilustres personagens do iluminatti card game. Nao estou afirmando nada apenas duvida, pq sim a hilary e uma porcaria, mas de fato podemos confiar em trump como um possivel “salvador”

    Curtir

  4. então….eu queria ser otimista , mas não dá. Hillary vai vencer por um simples motivo – não existe democracia nos Eua. E mesmo que Donald vence o colégio eleitoral americano não confirmará. ela é a candidata do globalismo e ele é fortíssimo na Europa ( que espera por ela) , dentro dos Eua e no Brasil…Os Eua estão tomados por ele com exceções…e são, justamente elas , que impedem que tudooooooo seja tomado….não é Trump o candidato de Putin. Isso é blefe….O candidata de Putin é Hillary que faz parte desse esquema globalista internacional para desconstruir o Ocidente. Eu ando desconfiando também dessa animosidade Russia EUA….me parece tudo jogo de cena…Se alguém precisa perder para que essa gente ganhe …esse alguém chama-se povo americano e democracia americana. hillary vai prosseguir com o trabalho de obama e por isso Bush já declarou até o voto nela…..já é um jogo ganhooooooooo pelos globalistas…..o João Dória está dentro de um esquema fabiano…eles prefeririam o Andrea porque ele deve estar mais conectado a todo esse esquema..mas nossa situação no Brasil é gravíssima. não temos representantes do capitalismo liberal e nem conservadores com chances reais..vamos pôr os pingos nos is?? bolsonaro tem chances remotas e não é dos melhores articuladores….ele seria perseguido e derrubado por uma má vontade nunca antes registrada….quando vc não tem compromisso com sociedades secretas ou cm o globalismo é esmagado…..falemos o português claramenteeeeeeeee

    Curtir

  5. Pingback: Donald Trump Desafia a Imprensa: Gire a Câmera e Mostre a Multidão! | Crítica Nacional

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s