Hillary Clinton: A Candidata Preferida dos Bilionários de Bloomberg

204


Para levar adiante seu projeto de poder de natureza autoritária e antidemocrática, a esquerda se ancora fundamentalmente na mentira e na construção de falsas narrativas no âmbito da guerra política. Paralelamente a essa ambição revolucionária da esquerda, existe também a determinação firme por parte de grandes metacapitalistas em redesenhar o mundo, para que esse passe a refletir a também existente ambição de poder e de controle total e ilimitado por parte desses grupos sobre a vida das pessoas e das nações.

É essa combinação de ideologia revolucionária de esquerda de um lado, e a ambição do exercício de poder absoluto por parte de grupos metacapitalistas de outro, que dá origem ao que chamamos de globalismo, que muitos autores confundem, por ignorância ou má-fé, com globalização. A natureza do globalismo é tratada com mais profundidade em alguns dos ensaios do livro Geopolítica Contemporânea: Desconstrução de Narrativas da Esquerda Globalista, de autoria do editor do Crítica Nacional.

E ninguém espelha melhor a natureza do globalismo hoje do que a candidatura da socialista Hillary Clinton: além de mentir de maneira sistemática como todo socialista sempre faz, sua candidatura é a que mais apoio recebe dos grandes bilionários norte-americanos alinhados ao projeto globalista. Um artigo publicado no site da Bloomberg nesta segunda-feira mostra que os principais bilionários norte-americanos, listados pela própria Bloomberg, doaram um volume de recursos vinte vezes maior para a candidata socialista do Partido Democrata do que para a candidatura de Donald Trump.

O principal doador da campanha de Hillary Clinton é George Soros, que sozinho já contribuiu com cerca de doze milhões de dólares para a candidatura socialista. George Soros ocupa a décima-sétima posição entre os mais ricos dos Estados Unidos. Além de financiar a campanha de Hillary, George Soros financia, entre outros movimentos de esquerda, o movimento racista e antissemita Black Lives Matter, que possui relações estreitas com grupos muçulmanos norte-americanos e cuja principal bandeira nos últimos meses é a defesa do assassinato puro e simples de policiais.

Recentemente vazaram informações mostrando que George Soros também financia movimentos de esquerda aqui no Brasil, especialmente as milícias conhecidas como black blocs, bem como os ativistas de mídia que apoiam e dão visibilidade às ações criminosas e violentas dessas milícias. O apoio de George Soros e de outros bilionários a Hillary Clinton e também a movimentos de esquerda como Black Lives Matter e black blocs, é a evidência inquestionável de que existe um projeto de poder de natureza autoritária chamado globalismo, e que esse projeto atenta contra os valores fundamentais da civilização ocidental.

Com conteúdos de BreitBart e de Bloomberg.


 

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s