Turquia: Expurgos Prosseguem e Islamização Avança

Conforme havíamos informado em artigo anterior, existem evidências cada vez mais fortes de que o ditador Recep Erdogan esteja conduzindo uma autêntica revolução islâmica na Turquia, eliminando o caráter secular das instituições de estado do país e encaminhando para se tornar uma teocracia islâmica nos mesmos moldes do regime iraniano. Os expurgos e perseguições continuam a dar a tônica na vida política turca após o aparente fracasso da tentativa de intervenção militar de dias atrás.

Na quarta-feira, o regime de Erdogan mandou fechar 130 veículos de imprensa no país, incluindo emissoras de rádio e de televisão e agências de notícias, além de jornais e revistas e distribuidores de publicações. Os expurgos também prosseguem nas forças armadas. Na mesma quarta-feira, mais 1.600 militares foram expulsos das corporações, incluindo 149 generais e almirantes, o que representa quase a metade dos oficiais de alta patente da totalidade das forças armadas turcas. Fontes citadas pela Al Jazeera também informam que Erdogan já decidiu fechar todas as escolas militares do país, enviando os cadetes para escolas civis comuns.

Depois da derrota da tentativa de intervenção militar, a Turquia vive sob estado de emergência, o que confere ao regime do ditador Erdogan a possibilidade de mandar prender qualquer pessoa por até trinta dias sem qualquer acusação formal e sem necessidade de decisão judicial. O próprio Ministério do Interior reconhece que já foram efetuadas cerca de quinze mil prisões e que cerca de oito mil e quinhentos militares foram desligados das forças armadas do país.

A aparente revolução islâmica que vem sendo conduzida por Erdogan parece ter como alvo estratégico as forças armadas do país, que são a oitava do mundo em termos de poderio bélico e que há décadas têm sido as responsáveis por manter o caráter secular das instituições de estado da Turquia e por manter o país de maioria muçulmana na esfera do mundo ocidental. Caso Erdogan seja bem sucedido em seu esforço de promover expurgos nas forças armadas, excluindo de seu comando os elementos seculares, ele conseguirá derrubar a única barreira que impedia a Turquia de se tornar uma autêntico estado islâmico, com o agravante de que o país faz parte da OTAN.

A possível transformação da Turquia em um regime teocrático muçulmano, o surgimento e a estabilização da monstruosidade representada pelo Estado Islâmico no Levante e a consolidação do Irã como potência nuclear são todos eles fatos geopolíticos decorrentes da política externa do socialista muçulmano Barack Obama. Conforme mostramos nesse outro artigo aqui, Obama se constituiu na figura mais perniciosa para o mundo ocidental nesse início de século, e após oitos anos à frente da Casa Branca deixará como legado um mundo mais inseguro e mais vulnerável à guerra permanente que o islamismo trava contra a civilização ocidental.


Anúncio_C2

7 comentários sobre “Turquia: Expurgos Prosseguem e Islamização Avança

  1. Pingback: A islamização da Turquia é mais um fruto do governo Barack HUSSEIN Obama | 13maio1917

    • Não é questão de acreditar ou não. E sim fazer uma leitura com base nos dados objetivos da realidade e não nas leituras baseadas em wishful thinking.

      Curtir

  2. E a capa da Isto É estampando em letras garrafais o mal que Donald Trump pode fazer ao mundo.
    O avanço do islamismo, aqui colocado em todos os sentidos, aconteceu sob as nossas barbas e ninguém se contrapôs de forma mais veemente.
    Foi o mesmo com as várias obras no exterior, bancadas pelo BNDES, e o pior, sem o consentimento do Congresso! Depois que muitas delas já estavam praticamente prontas é que começaram as denúncias e gritarias, para enganar bobo.. E daí? Alguém vai devolver o dinheiro? Alguém vai mandar desmanchar uma obra?
    Assim também o islamismo, que dá muita notícia e artigo, preenche o espaço de muitos jornais e revistas, na minha ótica, PODE ter chegado a um ponto tal, sem retorno, cuja solução poderá trazer graves consequências.

    Curtir

    • Será ótimo se o Trump iniciar uma guerra contra nações islâmicas e União Européia, Rússia e China, que financiam e apóiam, através da ONU, o terrorismo contra EUA e futuramente o Brasil. A reação drástica do Trump é nossa única chance. Será melhor do que morrer sem reagir, sem tentar nada, como querem os psicóticos Clinton que encabeçam o domínio mundial do comunismo, que está se sevindo do islamismo para desestabilizar o mundo exatamente como a Rússia criou o nazismo para inciar a segunda guerra mundial que permitiu o avanço comunista no mundo e ainda escravizou o leste europeu. Dessa vez será irreversível. Os EUA serão destruídos através da tomada da Suprema Corte pelos comunistas. E o Brasil e AL serão dizimados, assim como a Venezuela.

      Curtir

  3. A islamização viria de um islâmico milionário abrigado pelo Obama nos EUA. O Erdogan talvez seja um islâmico que não quer perder seu pescoço islâmico para o Estado Islâmico. Afinal, mesmo no ocidente capitalista há quem queira um socialismo de boutique, de vitrine, onde a miséria ocorra apenas a alguns cidadãos. Em 1979 o Shah iraniano era ocidentalizado e por causa disso foi assassinado por um complô do aiatolá Kohmeini apoiado pela França, onde ele se autoexilara, e pelo Jimmi Carter, eleito em 1976, que era tão comunista quanto é o Obama, os Clinton e o Partido Democrata americano.

    Curtir

  4. == SOU DO TEMPO EM QUE CIA RESOLVIA OS PROBLEMAS DO PAIS COM PRESIDENTES AMERICANOS COMUNISTAS COM ATIRADOR DE ELITE = AGORA A TURQUIA QUE ERA PAÍS DA OTAN = BARAKABANANA PINTA E BORDA======== ALGUMA COISA ESTÁ ERRADA = ÚNICA EXPLICAÇÃO É QUE EUA ESTÃO DOIDINHOS PRA VENDER ARMAS E DEIXAM ROLAR ATÉ VIRAR GUERRA –

    Curtir

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s