As Delações Suspeitas de Sérgio Machado

Quando não se pode destruir determinada arma de um inimigo, uma alternativa inteligente é procurar meios de fazer essa arma voltar-se contra ele. Os comunistas e socialistas aprenderam isso há cerca de um século: por muito tempo combateram a Igreja Católica, pois viam nessa instituição o principal obstáculo, no campo da formação de valores morais e éticos, para a implantação do socialismo. Até que Antonio Gramsci ensinou aos comunistas e socialistas e também aos socialdemocratas de todo o mundo ocidental que, em vez de combater a Igreja, eles deveriam fazê-la trabalhar pela causa revolucionária: bastaria infiltrar na instituição pessoas ideologicamente comprometidas com o marxismo.

E assim fizeram durante décadas, e o resultado dessa engenharia política interna se materializou em aberrações como a Teologia da Libertação e a CNBB, entidade que há anos é um dos principais aparelhos ideológicos da esquerda brasileira. Essa engenharia culminou também na figura do cardeal Mario Bergoglio, um dos principais propagadores da Nova Ordem Mundial e figura central que atua, sempre em nome da tolerância e do ecumenismo e da paz mundial, na defesa e na proteção do principal aliado da esquerda marxista em todo o ocidente: o islamismo.

Se a esquerda foi inteligente o bastante para colocar a Igreja Católica para trabalhar a seu favor, não custaria muito aqui em nosso país escolher uma instituição que também seja respeitável e bem vista aos olhos da maioria da população e tentar fazê-la trabalhar a favor dos interesses da esquerda. Ainda que na superfície essa instituição esteja fazendo todas as coisas de modo correto. E parece ser isso que está acontecendo com a Lava Jato, ao menos no âmbito das delações de Sérgio Machado. Na tarde dessa quarta-feira saiu a notícia de que em sua delação Sérgio Machado afirmou ter sido procurado por Michel Temer para obter dinheiro de origem ilegal para a campanha de Gabriel Chalita à prefeitura paulistana em 2012. Pouco após a divulgação da notícia, o presidente Michel Temer emitiu nota negando o conteúdo da delação.

Nós do Crítica Nacional mantemos nossa posição de não cair na esparrela de ter ou não ter corrupto de estimação, pois isso não passa de clichê diversionista: agente público, seja ele um político ou funcionário de carreira do estado, que esteja comprovadamente envolvido em corrupção ou concussão, deve responder pelo crime na forma da lei e ponto, pouco importando sua cor ideológica ou filiação partidária. Por outro lado, nós também entendemos que o combate à corrupção não pode nem deve ser o horizonte de atuação política. Até porque, é perfeitamente possível usar do combate à corrupção como mecanismo para fazer avançar uma agenda político-ideológica de cunho socialista e antidemocrático.

E é exatamente isso que o petismo parece estar fazendo, ou tentando fazer: instrumentalizar ao menos uma parte da Lava Jato para atender seu objetivo estratégico de curto prazo, que é inviabilizar o Governo de Michel Temer e forçar uma crise institucional que resulte numa saída negociada em termos de novas eleições esse ano. Não podemos ser ingênuos de achar que órgãos como Ministério Público Federal ou Procuradoria Geral da República sejam formados por anjos. Estas instituições também abrigam em seu interior indivíduos alinhados com a agenda ideológica de esquerda, e podem perfeitamente guiar suas ações em conformidade com os interesses dessa agenda, ainda que o façam dentro das regras do jogo e dentro da lei, agindo acima de qualquer suspeição.

Portanto, é perfeitamente possível conjecturar a situação em que uma pessoa acusada de ter operado esquemas de corrupção numa estatal e que já esteja bastante encrencada, como é o caso de Sérgio Machado, seja “orientada” por meio de muita pressão e em troca da promessa de alívio na pena, a atirar para um lado só, ou preferencialmente para um determinado lado, de modo a produzir um determinado efeito político. Nesse caso, o efeito político desejado é desestabilizar e desacreditar o governo de Michel de Temer para fazer vingar a tese de novas eleições imediatas. É essa avaliação que temos tanto das ações de Rodrigo Janot quanto da natureza politicamente orientada das delações de Sérgio Machado.

Não se pode subestimar a inteligência da esquerda: enquanto muitos analistas, ou meros palpiteiros como O Antagonista, se preocupam com o risco de a esquerda e classe política corrupta tentarem melar a Lava Jato, essa mesma esquerda, por meio de seus aliados ideológicos nos órgãos de investigação do estado, pode estar na verdade não tentando melar a operação, pois a Lava Jato em si é irreversível como já afirmamos nesse artigo aquiO que a esquerda pode estar fazendo é procurar meios de usar a operação a seu favor.

Alguns leitores poderão achar que há uma certa dose de teoria conspiratória nessa nossa análise. É claro que toda análise política comporta uma margem bem grande de erro. Mas não faz mal lembrar que há pouco mais de meio século, quem afirmasse que o movimento comunista internacional iria se infiltrar na Igreja Católica e fazê-la atuar em favor da causa revolucionária, seguramente seria acusado de adepto de teoria conspiratória. E a história depois mostrou quem estava correto. O fato é que jamais devemos subestimar a inteligência estratégica e a capacidade de dissimulação da esquerda.


 

10 comentários sobre “As Delações Suspeitas de Sérgio Machado

    • O Reinaldo Azevedo vem criticando o Dalagnol que se eu não estiver enganado, faz parte da equipe de Sergio Moro, está associando a denuncia, na minha opinião correta, feita por ele, como se esta ajudasse o PT, o Reinaldo está colocando o MP e a PGR no mesmo saco, e sabemos que não assim, eu acho que estão colhendo lenha para uma grande pizza, mas o MP de Curitiba, a meu ver, não tem nada com isso, fiquei preocupado, pois o Reinaldo tem um alcance muito grande, e embora o leia tenho minhas dúvidas sobre sua imparcialidade.

      Curtir

  1. A sua análise não é um tiro fora do alvo, não!, Paulo Eneas. Tem sentido e concordo.
    Uma vez que a Lava Jato não pode ser “desmontada”, pois isso, por si só, levantaria enormes suspeitas, além de convulsionar o país, pelos seus efeitos morais devastadores, é bem possível, sim, que estejam se utilizando de manobras para usá-la a seu favor.
    Teoria da conspiração uma ova!
    Parabéns!

    Curtido por 2 pessoas

  2. Existe um EMPREENDIMENTO muito antigo, o mais antigo de todos.
    O primeiro empreendimento criado pelo homem foi o PODER. A ESCRAVIDÃO de seu semelhante sempre foi uma ambição dos indivíduos mais reles que a espécie humana gerou.

    Chefes de tribos se faziam privilegiados meio que à moda precoce da estratégia de Hobbes para justificar o Poder de um homem ou ESTAMENTO.
    Pajés inventaram as OFERENDAS para os deuses e assim podiam viver consumindo-as, já que a ignorância sobre a natureza é causa das SUPERSTIÇÕES.

    A Igreja organizada como Estamento de gerenciamento IDEOLÓGICO a serviço do PODER surgiu com a decadência do Império Romano. O tamanho do império tornou difícil o controle da população com base em “conquistas gloriosas para o povo romano”. Cresceu demais e CUSTO de manutenção ficou alto e não havia mais tantos novos povos a serem conquistados e saqueados. Assim, a hierarquia política se viu em meio a DISPUTAS PELO PODER e a boa vida que com ele advém.

    A solução encontrada foi inventar uma nova MORAL que induzisse o povo a AMAR a SERVIDÃO e orgulhar-se de sua fraqueza, de sua covardia, de sua pobreza e de sua SUBMISSÃO ao ESTAMENTO governante.
    Assim foi inventada uma IDEOLOGIA, mas não uma que invocasse a MORAL do GUERREIRO – pois o governo romano não queria mais conquistas externas e sim saquear o seu proprio povo.

    Foi assim que PARADOXALMENTE surgiu o SINCRETISMO com a velha ideologia dos judeus e seu “deus senhor dos exércitos” transportada para a nova MORAL do ESCRAVO, onde o deus tornava-se o SENHOR dos REBANHOS de ovelhas patéticas que deveriam se orgulhar de oferecer seu pesço aos lobos.

    Claro que as disputas dentro de um império gigantesco e decadente – até com a cisão em Romanos e Bizantinos – acabou levando a que líderes políticos vissem nos BARBAROS uma chance de ALIANÇA para materem o PODER e a exploração da população.
    A doutrinação na nova idéia de justiça onde a NECESSIDADE virou DIREITO e a pobreza, a servidão, a submissão resignada, a fraqueza, a impotência, o desprezo pela individualidade fez de tudo isso os mais elevados valores morais, visando assim dominar a população através de estratégias. Os ricos foram demonizados e a inveja instigada na massa que se revoltava e era consolada pela NOVA MORAL que enaltecia a sua fraqueza, miséria, baixa autoestima individual e submissão aos líderes políticos como VALORES SUPERIORES. O consolo dos escravos encantados com a moral que valorizava a sua indigan condição.
    Adveio o FEUDALISMO com líderes cristãos em ALIANçA com os BARBAROS. Guerreiros e líderes se fizeram “protetores” de SERVOS de GLEBA que não podiam possuir terras. A escravidão se estabeleceu triunfante.

    Com a separação da Igreja (único meio de formação/manipulação de opinião) do Estado – pero no mucho – uma OUTRA IDEOLOGIA se estabeleceu com NOVO SINCRETISMO: o Socialismo através do besteirol marxista amparado pela aristocracia decadente e tomada de ódio pelos emergentes burgueses (antigos párias da sociedade feudal).

    Agora, decadente o socialismo, vemos novamente se repetir o flerte de lideranças politicas com maníacos de uma religião mais nova e que adota a MORAL do GUERREIRO por ter a ambição de conquistar povos.

    É O PODER que o ESTAMENTO ESTATAL, em todos os lugares, pretende manter para viver da EXPLORAÇÃO do rebanho popular.

    Curtir

  3. Seja o MP, PGR, STF e toda a malta de políticos, assessores e mesmo barnabés interessam-se unicamente pela ideia de MANTER o ESTAMENTO ESTATAL SUGANDO o TRABALHO da SOCIEDADE CIVIL que sustenta TODO O ESTAMENTO ESTATAL.

    O Socialismo é uma nova ideologia de respaldo ao PODER ESTATAL HIERARQUIZADO. Não há mais o Poder concedido por deus ao Rei e sua corte e nobreza, mas o Socialismo a justificar e exigir o Poder absoluto da hierarquia estatal sobre o REBANHO POPULAR que deve trabalhar para sustentar o ESTAMENTO ESTATAL que promete um NOVO PARAÍSO sobretudo para os pobres. Tudo é feito em nome dos pobres e estes são o melhor capital do ESTAMENTO ESTATAL. Daí que todo ganho de produtividade conquistado pelos empreendedores foi CONSUMIDO em IMPOSTOS para custear parasitas de toda sorte e manter a pobreza na qual o Poder, via ideologia Socialista, reinvindica para a hierarquia estatal. NIETZSCHE foi o priemiro e único afirmar que o Socialismo tinha por objetivo real apenas reivindicar um poder que nem mesmo os despotas ambicionaram (Hunmano, demasiado humano).

    É isso que se tem que mostrar e divulgar:
    O Socialismo é apenas uma ideologia (promessa de um Paraíso em futuro incerto: alegados fins para justificar os meios) de suporte ao Poder de um ESTAMENTO sobre as populações, então efetivamente ESCRAVIZADAS ppor este estamento organizado e hierarquizado, com suporte em mais uma ideologia farisaica.

    As instituções que abrigam e LOCUPLETAM estes PULHAS do ESTAMENTO ESTATAL se preocupam apenas em CONTER o rebanho popular para explora-lo indefinidamente.

    Sun Tzu deu a dica para a guerra do ESTADO x PAGADORES de IMPOSTOS.

    Semear a CIZÂNIA na sociedade, dividindo-a para domina-la; INVENTAR INIMIGOS PARA ALICIAR AMIGOS:
    – Os ricos demonizados
    – Os pobres incensados
    – A criação de “inimigos públicos” (fumantes, motoristas, ganânciosos, avarentos, “inimigos da natureza” e etc..)
    – A propaganda que afirma como valores morais mais elevados a fraqueza, a pobreza, a feiura, a ignorância, a obediência aos líderes e autoridades até a mais infame SUBMISSÃO a estes MANÍACOS e ESPERTALHÕES.
    – A propaganda da democracia – uma palavra sem significado preciso – como meio de ABOLIR o desejo de LIBERDADE.
    Sim, há a CENSURA DEMOCRATICA em nome de “boas causas”. Todo mal até hoje feito foi em nome de “boas causas”, da INQUISIÇÃO até os GENOCÍDIOS SOCIALISTAS. Todos em nome do bem e da salvação. E TODOS SEMPRE colocando os piores PULHAS nos postos mais altos das HIERARQUIAS de PODER.

    Curtir

  4. “Inimigos públicos”:
    – Fumnantes
    – Motoristas
    – o homem (machista e “porco chauvinista”)
    – O hetero (preconceituoso malvadão)
    – O branco, sobretudo o loiro e de olhos azuis que é demonizado como um ser perverso que odeia outras raças (paradoxalmente incentivam o racismo sob a alegação de anti racismo)
    – O Empregador empreendedor que cria riqueza (ganâncioso egoísta e malvadão com ódio dos pobres)

    – e por ai vai a criação de inimigos públicos para atiçar o ódio entre os PAGADORES de IMPOSTOS que trabalham para sustentar o ESTAMENTO ESTATAL.

    O estrangeiro já foi também um “inimigo público”, mas perdeu força. Contudo os “ESTADUNIDENSES” são o novo demônio malvado que os anjos do socialismo querem combater em nome dos pobres.

    O feio, o fraco, o burro, o deficiente, o pobre, o bandido e etc. são enaltecidos pela nova moral (na verdade a velha ideologia. moral ascética que mais barulhenta se sobrepôs à filosofia moral ESTÓICA). Enquanto a beleza, a saúde, a inteligência, o trabalho, o esforço, a retidão de caráter e todas as qualidades são desprestigiadas pela propaganda moral que visa fazer dos pagadores de impostos uma massa amorfa, invejosa, covarde, de baixa autoestima, dependente, sentimental, mimada, piegas e COMPLETAMENTE SUBMISSA à HIERARQUIA ESTATAL.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Pingback: Laja Jato Delivery | Crítica Nacional

  6. Pingback: Folha de São Paulo Confirma Nossa Análise | Crítica Nacional

  7. Pingback: O Ativismo Judiciário da Corte Bolivariana Brasileira | Crítica Nacional

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s