Jornalismo Marrom em Tons Vermelhos

A grande imprensa a serviço do petismo ou mesmo a imprensa não petista, mas alinhada com a agenda ideológica da esquerda, como é o caso de O Antagonista, já condenou Eduardo Cunha há muito tempo por razões ideológicas, e não pela suposta materialidade dos crimes de que ele é acusado. Já apontamos esse fato e as suas razões em alguns artigos anteriores desse Crítica Nacional e não iremos nos repetir aqui. Existe porém um dado adicional que merece ser destacado: se um veículo como O Antagonista quer colocar em risco a credibilidade que ainda possui por meio da publicação de pseudoanálises políticas da qualidade de uma conversa de botequim ou substituir o compromisso com a verdade, supondo que tal compromisso existe, pela opção de fazer jornalismo de propaganda e de torcida, isso obviamente é problema deles.

No entanto, o problema está na disseminação da desinformação, que somente atende aos interesses da esquerda, que tal atitude típica de jornalismo marrom representa. Comecemos com um fato básico: a eventual derrocada de Eduardo Cunha, seja por cassação ou renúncia, não irá de modo algum beneficiar o governo de Michel de Temer. Quem credita nessa esparrela ou é muito néscio e ingênuo ou está apenas exercendo um cinismo mal disfarçado para favorecer a esquerda. Ainda que o governo Temer tenha hoje uma posição relativamente confortável no Congresso Nacional, o fato é que tirando Eduardo Cunha, não existe nenhuma liderança de expressão no parlamento que possa fazer frente de modo efetivo à oposição institucional ferrenha que os petistas e toda a esquerda irão fazer, e já estão fazendo, contra o novo governo.

Quando O Antagonista publica uma nota risível como essa aqui, possivelmente plantada por algum desafeto como Lauro Jardim, onde se lê que o governo “abandonou” Eduardo  Cunha aconselhando-o a renunciar e que este reagiu com “aos gritos”, o blog está apenas servindo de garoto de recados e empinador de balão de ensaio para a esquerda. Com a diferença que faz esse serviço de graça, ao contrário dos blogs da esgotosfera esquerdista. O caráter quase caricatural da notícia denota sua função não de informar, mas de plantar uma versão seguramente imaginária.

A não ser que se acredite na fantasia de que Michel Temer iria romper com o parlamentar que ainda é o mais poderoso do parlamento, apesar de combalido, e passar a contar apenas com a ala fisiológica solta e sem controle dos peemedebistas e com os bagres ensaboados da base tucana. Dar crédito a essa tipo de desinformação plantada é um sinal de que não se está fazendo jornalismo e sim agindo como torcida. Nesse caso, a torcida que fica do lado esquerdo da arquibancada, mas acha ou finge que está lá apenas por um acaso.


 

2 comentários sobre “Jornalismo Marrom em Tons Vermelhos

  1. Show de bola!!!!

    Desde o começo O Antagonista se põe a maldizer qualquer parlamentar que ameace ganhar popularidade em demasia.

    Antagonistas se portam como panfletistas de toda acusação contra políticos não ideológicos da esquerda e ao mesmo tempo oferece palanque e defesa aos seus preferidos. De forma vergonhosa como varias vezes fizeram com Aécio e sem falar muito no CELULAR de Marcelo Odebrecht na parte que citava 15 para Serra e que foi constatado ser o celular de serra pela investigação. Isso esta completamente esquecido e o PSDB vai suceder o PT nesse vai e vem interminável entre esquerdas corruptas.

    Chegou a ser vexaminosa a deferência dos Antagonistas com Janot. A defesa apaixonada de Janot chegou a parir a estorinha idiota de que Janot estaria amaciando para o PT a fim de mais a frente botar todos na cadeia.
    Um vergonhoso embuste dos antagonistas pra cima de seus tietes. Tal safadeza não colou com todos os leitores, mas os tietes só se importam em adorar seus ídolos e mentores.

    Houve tietes que queriam que leitores fossem nas manifestações com camisetas de propaganda do O Antagonista. Uma tietagem vergonhosa, como se fossem eles os responsáveis pela Lava Jato.

    O fato é que O Antagonista vinha, e talvez ainda, servindo de GAROTOS de RECADOS da PGR, de onde eles obtinham as informações sobre as investigações. Claro que a PGR usava o Antagonista para fazer sua politicagem e iludir a plateia.

    Bom lembrar que O Antagonista iniciou com patrocinio da JBS / FRIBOI. E só obtinham informações da PGR e fora isso simplesmente pirateavam noticias da VEJA sem dar o credito, sobretudo de Felipe Moura Brasil, entre outros sites de noticias e análises além dos jornais.

    Espertalhões ansiosos por faturar e com boas relações com o PSDB.

    Curtir

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s