Conclave de Brasília pela Democracia

078


Um dos grandes desafios da democracia brasileira é resgatar a credibilidade e a confiabilidade de seu sistema eleitoral. A introdução do sistema de votação e de apuração por meio de urnas eletrônicos colocou em cheque a lisura e a confiabilidade dos resultados das eleições recentes, particularmente as últimas eleições presidenciais que reconduziram o moribundo petismo ao poder.

Um sistema eleitoral em que a apuração dos votos é feita distante dos olhos do eleitor e sem a possibilidade de fiscalização direta por parte dos cidadãos comuns, torna qualquer eleição ilegítima de per se, e serve tão somente para pseudolegitimar um mecanismo de fraude destinado a assegurar permanência no poder de um projeto político de caráter autoritário e antidemocrático.

O Conclave de Brasília que está sendo realizado hoje na capital federal tem como objetivo debater a necessidade de se assegurar que o sistema eleitoral do país garanta que as futuras eleições sejam realizadas de maneira livre e transparente, e que não venha a pairar qualquer suspeita sobre a legitimidade e a lisura do processo de votação e do resultado da apuração.

Esses requisitos, essenciais para uma democracia, não podem ser alcançados enquanto ainda se adotar o atual sistema de votação baseado nas urnas eletrônica de Smartmatic, uma empresa sobre a qual existem todas as suspeitas de fraude e que já foi processada e proibida de operar em diversos países justamente por acusações de fraude e manipulação de resultados. Ao final do conclave que está sendo realizado hoje na capital federal, será feito a solicitação formal para a abertura de uma CPI das Urnas Eletrônicas. 

Palestrantes Conclave de Brasília:
Beatriz Kicis
Deputado Jair Messias Bolsonaro
Deputado Marcel Van Hatten
Prof. Hermes Nery
Thomas Korontai
José Stelle (EUA)
Loryel Rocha
Hugo Hoeschl
Claudio Tonelli
Senador Ronaldo Caiado
Deputado Onyx Lorenzoni
Dra. Ana Mercedes Diaz (EUA)
Dra. Maria Aparecida Cortiz
Maria Conchita Alonso (EUA)
Professor Olavo de Carvalho (via Skype) (EUA)

O Conclave está sendo realizado no Auditório Nereu Ramos da Câmara Federal e pode ser acompanhado ao vivo pelo TV2 da TV Câmara por meio desse link aqui.


 

001 Anuncio Ate 06 Maio 2016

2 comentários sobre “Conclave de Brasília pela Democracia

  1. Pingback: O cenário político que temos hoje e nossos desafios imediatos | Crítica Nacional

  2. Conclave de Brasília – 26 de abril de 2016
    Assisti esta apresentação em uma reapresentação na madrugada e fiquei interessado pelo fato de se discutir a respeito das eleições realizadas por urnas eletrônicas, coisa que concordo plenamente, sou um profissional que trabalho na área de informática a mais de 40 anos e trabalhei em muitos computadores e em muitos sistemas operacionais neles instalados e desde o início da implantação desse sistema eu sempre falei que era passível de fraude, pois para operar um sistema só precisa de dois profissionais, uma analista de sistemas e o operador de computador, contra centenas de pessoas que faziam a apuração das eleições quando este era em papel.
    Comprar dois é mais barato que muitos!
    Amigos e familiares acham que sou louco e que estou falando besteira, mas não, veja como eu olho este caso, na reeleição do Lula as apurações só foram publicas pelas TVs após 80% das urnas apuradas, não é estranho? Enquanto a apuração dos outros candidatos a governo estadual era instantâneo, veja o programa que faz apuração que faz para um, faz para todos ou não, haverá outro programa só para presidência?
    Todos nós sabemos que levantamento de pesquisa é muito mal feito, eu mesmo fui entrevistado na porta de minha casa e após a 3ª pergunta eu parei de responder pois todas as perguntas era direcionada para uma única direção, então tanto fazia dizer sim ou não a resposta era sempre a mesma, pedi desculpas para a entrevistadora e informei-a que a pesquisa estava sendo redirecionada e que eu não iria mais responder.
    Veja como um candidato que ninguém conhece chega no topo de uma pesquisa e entra no segundo turno e vence as eleições(Dilma, Cassab, Haddad que foi um ministro que só deu problema)
    1-faço pesquisas e publico o resultado em todas as semanas até um pouco antes das eleições, bom pesquisas podem serem compradas, aliás no Brasil o que não se faz por um pouco de dinheiro, veja bem, estas pesquisa mostram ascendência deste candidato.
    2-Faço ajustes no programa de apuração, não na urna, eu acredito que o problema não está na urna e sim no programa de apuração, dá menos trabalho e é mais fácil de se fazer os truques, e este manipula o resultado. Lembrando que em uma auditoria se o profissional que estiver executando não for uma pessoa experiente em informática pode ser enganado direitinho, lembrando que posso ter muitas versões deste programa de apuração distribuídos em vários diretorios e em vários computadores e que posso executá-lo na ordem que eu estipular.
    3-Pronto o circo está montado, assim eu elejo um candidato que ninguém conhece ao posto tão almejado, vou lembrar que nas eleições da câmara e ou do senado, não lembro agora qual, existia manipulação de resultados feitas no sistema eletrônico, foi o maior escândalo na época, porque eu não posso pensar desta forma, o que muda é só o tamanho do pano do circo, afinal o seu voto e o meu dizem que é secreto, duvido disto também, imagine o quanto custa saber qual é a sua tendência eleitoreira do seu.
    Você lembra como é o roteiro de votação quando você entra na zona eleitoral, vejamos:
    1-Você apresenta o seu titulo de eleitor para ao auxiliar da mesa, este passa o seu titulo para mesa que faz a conferência junto ao documento com foto.
    2-Um outro auxiliar do mesário digita o seu código em um teclado especial, após o seu número ser aceito este libera a urna.
    3-voce define o seu voto, seja ele qualquer.
    4-você vai até a mesa e assina a lista de eleitores e retira o seu comprovante.
    5-E o sistema repete para o próximo eleitor.
    Pergunto, por que a urna precisa ser liberada após a inserção do número do seu titulo?
    Posso estar enganado, mas como um profissional da área, esta é uma oportunidade ideal para saber para quem você votou!
    Então fico contente que não só eu que não confia na eleição eletrônica, você não acha que é muito fácil se manter no poder com estes truques, afinal o voto é secreto e quem vai falar que houve realmente aquela foi a quantidade de votos para aquele candidato.

    Curtir

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s