Urgente: Dilma é acusada de continuar cometendo crimes para tentar barrar o impeachment


Em entrevista concedida no início dessa tarde de quinta-feira, o senador Ronaldo Caiado informa que o DEM entrou com um mandado de segurança preventivo no STF contra Dilma Rousseff por conta de manipulação do orçamento federal que o governo estaria fazendo para tentar barrar o processo de impeachment. O senador informa que o governo ordenou um contingenciamento (suspensão de pagamentos e execução de despesas orçamentárias) de R$21.00 bilhões do orçamento federal relativos a emendas de bancadas e de comissões. A presidente ordenou também o contingenciamento de R$4.20 bilhões da educação e R$2.30 bilhões da saúde, além de contingenciamento em outros ministérios. Ao mesmo tempo, o executivo autorizou a liberação para pagamento de R$6.00 bilhões para as emendas individuais de parlamentares.

Isso significa na prática que o governo ditatorial petista cortou gastos em saúde e educação, afetando principalmente a vida das pessoas mais pobres em área críticas como a saúde, para poder usar esses recursos na barganha com deputados e senadores para coagi-los a não votar pelo impeachment. Desse total liberado das emendas individuais, um montante de R$1.80 bilhões já teriam sido pagos. Segundo o senador, o mandado de segurança preventivo pretende fazer assegurar que essa liberação para pagamento de emendas individuais ocorra nos termos previstos na Constituição e na Lei Orçamentária, ou seja, de maneira isonômica e igualitária, sem privilegiar parlamentares alinhados politicamente com o governo.

O senador Ronaldo Caiado afirmou textualmente que essa medida tomada pelo governo petista é um ato criminoso, pois no momento em que o país vive uma crise das mais graves no setor da saúde, o governo decide penalizar justamente os que mais precisam da saúde pública, que são os segmentos mais pobres da população, para usar desses recursos para tentar aliciar parlamentares para impedir que os mesmos votem pelo impeachment.

Há tempos estamos afirmando nesse Crítica Nacional que o governo petista instalou a delinquência institucional generalizada na vida pública do país. E essa manipulação criminosa feita pelo governo com o orçamento federal, prejudicando e atentando contra a vida dos mais pobres para tentar garantir que o petismo continue no poder a qualquer custo e ao arrepio da lei e do texto constitucional, é mais uma evidência disso.

001 Anuncio Ate 06 Maio 2016


O Jornal Crítica Nacional depende somente de seus leitores para se manter
Colabore e clique aqui para fazer uma assinatura de contribuição para o jornal

 

Um comentário sobre “Urgente: Dilma é acusada de continuar cometendo crimes para tentar barrar o impeachment

  1. Pingback: Urgente: Dilma é acusada de continuar cometendo crimes para tentar barrar o impeachment | ori3

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s