A assimetria da guerra política no Brasil

Existe uma assimetria nas condições em que se dá a guerra política no Brasil. A esquerda tem à sua disposição um exército de combatentes no campo da disputa ideológica e de valores culturais, ocupando espaços nos aparelhos de estado e em milhares de entidades. Todos eles remunerados, muitas vezes com recursos públicos, para difundir os valores ideológicos da esquerda em tempo integral.
Por outro lado, no campo dos conservadores e da direita em geral, o cenário é bem distinto: as poucas centenas de pessoas dedicadas ao combate à agenda ideológica da esquerda e ao enfrentamento político no campo da direita fazem esse embate sob as condições mais adversas: com pouquíssimos recursos ou às vezes com quase nenhum, e muitas vezes sob a forma de trabalho voluntário, o que impõe enormes limitações.
É dessa assimetria, que impõe desafios realistas para os conservadores e para a direita, de que tratamos no artigo abaixo, de acesso exclusivo para os assinantes do Crítica Nacional:
A assimetria da guerra política no país e o desafio para os conservadores 

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s