O golpe de estado do terceiro mandato e a reação que virá das ruas

Alguns dos principais veículos de imprensa reproduziram essa manhã a mesma análise que antecipamos ontem nessa nota aqui no Crítica Nacional: a nomeação de Lula como super ministro representa um golpe de estado dado pelo petismo. Dilma na prática abdicou da presidência e entregou o poder a seu chefe e comandante, que passará a ser o presidente de facto sem ter sido eleito para isso. O petismo jogou a democracia e as instituições republicanas no lixo para assegurar sua permanência no poder a qualquer custo.
Há meses nós já nos referíamos ao governo petista como um governo ditatorial e não se tratava de retórica, mas sim da descrição da real natureza do socialismo petista e que agora se confirma: os petistas nunca tiveram compromisso com a democracia e com as instituições, pois seu único objetivo era e sempre foi se perpetuar no poder para consolidar seu projeto de governo ditatorial socialista. A entrega do poder de facto a Lula é mais um passo nesse sentido.
Os diversos grupos que organizaram as manifestações históricas do último domingo estão nesse momento discutindo a possibilidade de uma Paralisação Nacional Dia 30 de Março como forma de reagir à ditadura que está sendo aos poucos implantada no país e que será consolidada com a entrega de um terceiro mandato a Lula, que se tornaria um presidente de facto ilegítimo e inconstitucional. Daqui a pouco traremos mais informações.

O Jornal Crítica Nacional depende somente de seus leitores para se manter
Colabore e clique aqui para fazer uma assinatura de contribuição para o jornal

2 comentários sobre “O golpe de estado do terceiro mandato e a reação que virá das ruas

  1. Será que a partir de agora, podemos declarar Guerra a nessa monarquia da escória. A história da humanidade já mostrou e ensinou inumeras vezes, a liberdade só é conquista com muita luta, seja com quem for.

    Curtir

  2. Prezado Paulo Eneas, paralisação no Brasil, nesta nossa situação somente se for promovida pelos empresários, ou seja, pelos patrões, e por tempo indeterminado, e pra ” ontem “

    Curtir

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s