A estratégia do governo contra o impeachment: apostar numa crise institucional

O noticiário de vários veículos dessa manha de sábado traz um pano de fundo em comum: diante de sua incapacidade de construir uma base confiável no parlamento e diante do crescimento da possibilidade de impeachment, o governo adotou duas estratégias. A primeira, já colocada em prática com a ajuda de toda imprensa sem exceção, inclusive aquela parte da imprensa honesta e não vendida ao petismo, mas que é ingênua ou tem vocação esquerdista o bastante para entrar no jogo, é promover o linchamento de Eduardo Cunha. Para isso o governo lançou mão de sua máquina de assassinato de reputações por meio de vazamentos seletivos e outros expedientes da arapongagem a serviço do PT, denotando um grau de aparelhamento da máquina judicial e de parte da polícia investigava do Estado numa escala bem maior do que antes poderíamos presumir, como já indicamos nessa primeira nota.  

A segunda estratégia é apostar na instauração de uma crise institucional, por meio do envio de recados aos atores políticos dando a entender que o governo recorrerá ao STF no caso da instalação do processo de impeachment, como apontamos apontamos em notas anteriores.  Nesse caso, a crise resultaria do fato de que, ao ameaçar recorrer ao STF, o governo ignora o fato de que o processo de impeachment é um processo essencialmente político e não depende de qualquer apreciação por parte do judiciário, como apontamos nessa terceira nota. O PT disse no ano passado que faria o diabo para vencer a eleição, e de fato fez. Agora, para não perder o poder, o PT não terá qualquer problema de escrúpulo em transformar a vida institucional do país em um inferno. O PT, basicamente, faz mal à vida da nação.


3 comentários sobre “A estratégia do governo contra o impeachment: apostar numa crise institucional

  1. Pingback: Governo petista golpeia a democracia por meio do judiciário bolivariano | Crítica Nacional

  2. Pingback: Medidas desesperadas e aposta numa crise institucional | Crítica Nacional

  3. Pingback: A idiotia política de quem está aplaudindo a decisão da suprema corte imperial | Crítica Nacional

Comentário ao artigo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s